O Programa Revitalizar Diminui o Risco de Falência?

Inês Lisboa, Carina Gregório

Abstract


Purpose: O objetivo do presente estudo é verificar Programa Revitalizar, a probabilidade de falência das empresas que recorreram ao mesmo diminuiu.

Design/methodology/approach: São analisadas as empresas que recorreram ao Programa Revitalizar no ano de 2012. É depois analisada a probabilidade de falência recorrendo ao modelo de Altman na sua versão normal (1993) e na sua versão ajustada.

Findings: Os principais resultados evidenciam que, de modo geral, as empresas da amostra melhoraram os seus resultados após a entrada no Programa Revitalizar, validando a relevância do mesmo. Ajustando o modelo de Altman à amostra em questão constata-se que as variáveis mais relevantes para prever a falência das empresas Portuguesas são as relacionadas com rendimentos e resultados. Finalmente, verifica-se ainda que as empresas que recorreram ao sistema de recuperação de empresas por via extrajudicial (SIREVE) apresentam melhores resultados relativamente às empresas no programa especial de revitalização (PER).

Practical implications: Este trabalho é um dos primeiros trabalhos sobre o sucesso do Programa Revitalizar, um programa criado para relançar a economia portuguesa. Adicionalmente, analisa empresas portuguesas com dificuldades financeiras numa época onde Portugal teve de recorrer à ajuda financeira externa para superar as suas próprias dificuldades financeiras, traduzidas no elevado défice orçamental.

Originality/value: Os modelos preditivos de falência não são novos, mas têm ganho importância como instrumentos de prevenção. Este trabalho é embrionário uma vez que analisa o sucesso do Programa Revitalizar na economia Portuguesa.

 

Keywords: Revitalizar, PER, SIREVE, Altman, Previsão Falência.

 

 

[ENG]

Title: "Does the Revitalize Program Reduce the Risk of Bankruptcy?"

Abstract

Purpose: The purpose of this study is to verify Revitalize Program, the probability of bankruptcy of the companies that resorted to it has decreased.
Design / methodology / approach: The companies that resorted to the Revitalize Program in 2012. The probability of bankruptcy is analyzed using the Altman model in its normal version (1993) and its adjusted version.

Results: The main results show that, in general, the companies in the sample improved their results after entering the Revitalize Program, validating its relevance. Adjusting the Altman model to the sample in question shows that the most relevant variables to predict the failure of Portuguese companies are those related to income and results. Finally, it can be seen that companies using the Extraordinary Business Recovery System (SIREVE) have better results than companies in the special revitalization program (PER).

Implications: This work is one of the first works on the success of the Revitalize Program, a program designed to revive the Portuguese economy. In addition, it analyzes Portuguese companies with financial difficulties at a time when Portugal had to resort to external financial aid to overcome its own financial difficulties, reflected in the large budget deficit.

Originality/value: Predictive models of bankruptcy are not new, but have gained importance as tools of prevention. This work is embryonic as it analyzes the success of the Revitalize Program in the Portuguese economy.

 

Keywords: Revitalize, PER, SIREVE, Altman, Bankruptcy Forecast.


Full Text:

PDF

References


Altman, E. (1968), "Financial Ratios, Discriminant Analysis and the Prediction of Corporate Bankruptcy", Journal of Finance, 23(4), 589-609.

Altman, E. (1993). Corporate Financial Distress and Bankruptcy: A Complete Guide to Predicting & Avoiding Distress and Profiting from Bankruptcy, 2ª edition, New York: John Wiley & Sons

Altman, E., Haldeman, R., & Narayanan, P. (1977), "Zeta Analysis: A new model to identify bankruptcy risk of corporations", Journal of Banking & Finance, 1(1), 29–54.

Altman, E., & Hotchkiss, E. (2006), Corporate Financial Distress and Bankruptcy: Predict and Avoid Bankruptcy, Analyze and Invest in Distressed Debt. Wiley Library, Third Edition.

Altman, E., Iwanicz-Drodzdowska, M., Laitinen, E., & Suvas, A. (2014), "Distressed firm and bankruptcy prediction in an international context: a review and empirical analysis of Altman’s Z-Score Model", SSRN.

Bates, T., & Nucci, A. (1989), "An analysis of small business size and the rate of discontinuance", Journal of Small Business Management, 27(1), 1-7.

Beaver, W. (1966), "Financial Ratios As Predictors of Failure", Journal of Accounting Research, 4, 71–111.

Bellovary, J., Giacomino, D., & Akers, M. (2007), "A Review of Bankruptcy Prediction Studies: 1930-Present", Journal of Financial Education, 33, 1–42.

Blum, M. (1974), "Failing Company Discriminant Analysis", Journal of Accounting Research, 12(1), 1–25.

Decreto-Lei n.º 178/2012, de 3 de Agosto do Ministério da Economia e do Emprego, publicado no Diário da República n.º 150/2012, Série I (2012).

Decreto-Lei n.º 26/2015, de 6 de Fevereiro do Ministério da Economia, publicado no Diário da República n.º 26/2015, Série I (2015).

Direção-Geral da Política de Justiça (2012), Processo Especial de Revitalização - Guia Rápido.

Esteves, M., Amorim, S., & Valério, P. (2015), Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas Anotado (4a Edição). Vida Económica - Editorial, SA.

IAPMEI (2014), Síntese Informativa.

IAPMEI (2015), Sistema de Recuperação de Empresas por Via Extrajudicial - Perguntas Frequentes.

Informa B&D (2016), Insolvências em Portugal 2010-2015.

INE - Instituto Nacional de Estatísticas, https://www.ine.pt/.

Kanitz, S. (1974), "Como prever falências de empresas", Revista Negocios Em Exame, 95–102.

Neves, J., & Silva, J. (1998), Análise do Risco de Incumprimento: Na Perspectiva da Segurança Social. Projeto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e da Segurança Social.

Nunes, R. (2012), Insolvência no sector cerâmico. Dissertação de mestrado em Contabilidade e Finanças do Instituto Politécnico de Santarém - Escola Superior de Gestão e Tecnologia.

Ohlson, J. (1980), "Financial Ratios and the Probabilistic Prediction of Bankruptcy", Journal of Accounting Research, 18(1), 108–131.

Peres, C. (2014). A Eficácia dos Modelos de Previsão de Falência. Aplicação ao Caso das Sociedades Portuguesas. Dissertação de mestrado em Controlo de Gestão e dos Negócios do Instituto Politécnico de Lisboa - Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.

Programa Revitalizar (2012). Ministério da Economia e Emprego.

Santos, J., Vieira, E., & Couto, J. (2015), "Determinantes da Mortadlidade das PMEs Portuguesas", Estudos do ISCA, Série IV, n.º 11.

Santos, P. (2000). Falência Empresarial - Modelo Discriminante e Logístico de Previsão Aplicado às PME do Sector Têxtil e do Vestuário. Dissertação de mestrado em Contabilidade e Auditoria da Universidade Aberta - Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra.




Copyright (c) European Journal of Applied Business and Management

ISSN: 2183-5594 

Indexing: GOOGLE SCHOLAR - LATINDEX - DRJI - ICI JOURNALS MASTER - REDIB